Logo do Portal de Atendimento do SP 156 - Apresenta três ícones simbolizando atendimento via telefonía, internet e aplicativo. Logo do Portal de Atendimento do SP 156 - Apresenta três ícones simbolizando atendimento via telefonía, internet e aplicativo.

Portal de Atendimento
Prefeitura de São Paulo

Denúncias de locais com acúmulo de água limpa e parada

portable_wifi_offon-line lock Anônimo

O QUE É

É a avaliação do risco relacionado à manutenção de condições que propiciem a proliferação do inseto, orientações preventivas e adoção de medidas adminstrativas se for necessário.

Não compete ao serviço público a adoção de medidas de controle em áreas particulares. As pessoas proprietárias de imóveis particulares ou que sejam responsáveis pelo imóvel são responsáveis também pela manutenção de sua propriedade em condições sanitárias que dificultem a presença de animais sinantrópicos (como o mosquito Aedes Aegypti) que possam comprometer a saúde pública. 

QUANDO SOLICITAR

Sempre que for necessário denunciar um local que represente potencial criadouro para o mosquito (Aedes Aegypti) transmissor da Dengue/Febre Chicungunya e do Vírus Zika.

PÚBLICO-ALVO

Qualquer pessoa.

REQUISITOS, DOCUMENTOS E INFORMAÇÕES

Informações necessárias para solicitação

- Endereço;

- Tipo de imóvel;

- Tipo de criadouro observado.

PRAZO MÁXIMO

30 dias.

TAXAS OU PREÇO PÚBLICO

Gratuito.

CANAIS PARA SOLICITAR

Eletrônico:

- Portal de Atendimento SP156.

Presencial:

- Praças de Atendimento das Subprefeituras (clique aqui para endereços).

 Telefônico:

- Central Telefônica 156.

PRINCIPAIS ETAPAS

1) Solicitar o serviço;

2)Preencher o formulário;

3)Acompanhar o protocolo no Portal de Atendimento SP156 (clique aqui);

4) A equipe técnica responsável realizará a avaliação do risco relacionado à  proliferação do inseto, fornecerá orientações preventivas e adotará medidas adminstrativas se for necessário;

5)Ao ser concluída, a solicitação apresentará o status “finalizado” e a cidadã ou cidadão receberá e-mail e/ou mensagem de texto no celular informando a conclusão.

LEGISLAÇÃO

Lei Municipal nº 13.725/2004 - Código Sanitário Municipal (clique aqui);

Lei Municipal nº 16.273/2015 (clique aqui).

OUTRAS INFORMAÇÕES

Durante os períodos críticos ou de epidemia, a denúncia de locais com acúmulo de água limpa e parada orienta o trabalho das Supervisões de Vigilância em Saúde (SUVIS), mas não define o plano de trabalho. Nessas situações, o trabalho de vistoria e eliminação dos focos do mosquito prioriza os locais onde há maior quantidade de registros da população infectada.

Para outras informações sobre dengue, clique aqui.

ÓRGÃO RESPONSÁVEL

Secretaria Municipal de Saúde - SMS

Criado em: 29/05/2018

Atualizado em: 28/05/2019

Esta informação foi útil para você?

43 19