A palavra SP156 em um quadrado de fundo amarelo a direita e Portal de Atendimento prefeitura de São Paulo a esquerda A palavra SP156 em um quadrado de fundo amarelo a direita e Portal de Atendimento prefeitura de São Paulo a esquerda
Portal de Atendimento
Prefeitura de São Paulo

Vistoria de colmeia/vespeiro instalado

portable_wifi_offon-line

O QUE É

É a avaliação do risco causado pela presença de abelhas e vespas, orientações preventivas e adoção de medidas de controle, quando necessário.

QUANDO SOLICITAR

Quando houver colmeia/vespeiro instalado em locais que representem risco à saúde da população.

PÚBLICO-ALVO

Qualquer pessoa.

REQUISITOS, DOCUMENTOS E INFORMAÇÕES

Informações necessárias para solicitação:

- Telefone de contato;

- Endereço da incidência;

- Tipo de local (beiral, forro, interior do poste, relógio de água/luz, galhos de árvores, etc)

- Há quanto tempo está instalado;

- Altura em que se encontra.

PRAZO MÁXIMO

30 dias (período que poderá ser estendido devido à prioridades de atendimento da Unidade de Vigilância em Saúde – UVIS competente). 

TAXAS OU PREÇO PÚBLICO

Gratuito.

CANAIS PARA SOLICITAR O SERVIÇO

Eletrônico:

- Portal de Atendimento SP156.

Presencial:

- Praças de atendimento das Subprefeituras.

 Telefônico:

- Central Telefônica 156.

PRINCIPAIS ETAPAS

1) Solicitar o serviço;

2)Preencher o formulário;

3)Será realizada vistoria e, de acordo com a espécie de abelha/vespa e o risco, a conduta técnica será definida. 

4) Acompanhar o protocolo no Portal de Atendimento SP156.

LEGISLAÇÃO

- Código Sanitário Municipal (Lei Municipal nº 13.725, de janeiro de 2004). Título III, Saúde e Meio Ambiente, Cap. I, Artigos 18 e 19 e Título III, Saúde e Meio Ambiente, Cap. II, Artigo 22 (link direciona para portal externo)

Caderno de Atenção Básica – Vigilância em Saúde – Zoonoses, 2009 (link direciona para portal externo)

 - Instrução Normativa IBAMA nº 141, de dezembro de 2006 (link direciona para portal externo)

 - Portaria 1.138 de 23 de maio de 2014 - Ministério da Saúde (link direciona para portal externo)

OBSERVAÇÕES

Em razão de leis trabalhistas, alguns cenários poderão não ser atendidos por risco à saúde do trabalhador.

As abelhas e vespas podem ferroar ao se sentirem molestadas. Os enxames viajantes ocorrem quando parte dos insetos abandonam o abrigo e enxameiam para outro local pousando para descansar. Normalmente, estes insetos chegam voando e zumbindo, gradativamente vão se agrupando em torno da rainha, formando uma espécie de bola de insetos. Caso esse local não ofereça abrigo contra chuva, sol, vento ou outras condições para a instalação da colmeia, elas irão embora.

Medidas preventivas: Não jogar nenhum produto sobre o enxame ou colmeia, como álcool, querosene, água ou inseticida, porque neste caso elas podem se sentir ameaçadas e picar; Retirar do local ou das proximidades pessoas apavoradas, alérgicas à picada de abelhas, crianças e animais; Não bater, ou tocar ou fazer movimentos bruscos e ruidosos próximos à colmeia; Em caso de reincidência de instalação da colmeia no mesmo lugar, deve-se tomar providencias no sentido de eliminar esse abrigo, com, por exemplo, vedar frestas ou buracos por onde elas adentraram, remover materiais inservíveis (caixotes, móveis, pneus, etc) entre outros. No caso de acidentes procurar uma unidade de saúde para vítimas humanas ou serviço veterinário para vítimas animais.

Acesse maiores informações sobre Abelhas (link direciona para portal externo).

ÓRGÃO RESPONSÁVEL

 Secretaria Municipal da Saúde - SMS Coordenadoria de Vigilância em Saúde - COVISA

MANIFESTAÇÃO SOBRE O SERVIÇO

É possível registrar reclamação, denúncia, elogio ou sugestão sobre este serviço em contato com a Ouvidoria SUS (link direciona para portal externo).

Criado em: 07/05/2018

Atualizado em: 15/10/2019

Esta informação foi útil para você?

29 12