A palavra SP156 em um quadrado de fundo amarelo a direita e Portal de Atendimento prefeitura de São Paulo a esquerda A palavra SP156 em um quadrado de fundo amarelo a direita e Portal de Atendimento prefeitura de São Paulo a esquerda
Portal de Atendimento
Prefeitura de São Paulo

Informações sobre Enviar animais para identificação

O QUE É

Emissão de laudo contendo informações da espécie identificada, tais como:

Vetores – moscas, mosquitos, pernilongos, percevejos, barbeiros, carrapatos, pulgas e piolhos;

Peçonhentos – vespas marimbondos, abelhas, formigas, taturanas, aranhas, escorpiões, lacraias, serpente;

Hospedeiros – lesmas, caramujos, ratos, etc.

 

QUANDO SOLICITAR

Quando constatada presença de animal que pode oferecer risco à saúde.

 

PÚBLICO-ALVO

Qualquer pessoa.

 

REQUISITOS, DOCUMENTOS E INFORMAÇÕES

Informações necessárias para solicitação:

- Data em que foi coletado o animal;

- Endereço em que foi coletado o animal.

 

PRAZO MÁXIMO

10 dias a contar do recebimento do animal pelo LABFAUNA.

 

TAXAS OU PREÇO PÚBLICO

Gratuito.

 

CANAIS PARA SOLICITAR O SERVIÇO

Presencial:

 - LABFAUNA (Laboratório de Identificação e Pesquisa em Fauna Sinantrópica)

Rua Santa Eulália, 86 – Santana (Próximo ao metrô Carandiru).

Atendimento de segunda à sexta-feira das 8h as 17h, exceto feriados.

- UVIS (Unidade de Vigilância em Saúde)

Encontre a UVIS mais próxima de você. (link direciona para portal externo) 

 

PRINCIPAIS ETAPAS

1) Levar o animal para um dos canais listados acima, informando necessariamente o endereço e a data em que foi coletado o animal;

2) Após o recebimento do animal pelo LABFAUNA, este realizará a análise dentro do prazo de 10 dias;

3) O laudo de análise com as orientações/medidas preventivas deve ser retirado no mesmo local de entrega do animal.

 

LEGISLAÇÃO

Lei Municipal nº 13.725, de janeiro de 2004 - Código Sanitário Municipal (link direciona para portal externo).

Título III, Saúde e Meio Ambiente, Cap. I, Artigos 18 e 19.

Título III, Saúde e Meio Ambiente, Cap. II, Artigo 22.

Caderno de Atenção Básica – Vigilância em Saúde – Zoonoses (link direciona para portal externo)

Instrução Normativa IBAMA nº 141, de dezembro de 2006 (link direciona para portal externo) 

 

OBSERVAÇÕES

Maiores informações sobre a DVZ (link direciona para portal externo)

 

ÓRGÃO RESPONSÁVEL

 Secretaria Municipal da Saúde - SMS

Coordenadoria de Vigilância em Saúde - COVISA

 

MANIFESTAÇÃO SOBRE O SERVIÇO

É possível registrar reclamação, denúncia, elogio ou sugestão sobre este serviço em contato com a Ouvidoria SUS.

Criado em: 19/09/2016

Atualizado em: 21/01/2020

Esta informação foi útil para você?

17 4